Sim, era Mercúrio!

Para todos aqueles que ficaram a celebrar até tarde (ou cedo?) e se deitaram cedo (ou tarde?) e viram uma luzinha no céu a leste, antes do nascer do Sol (e partindo do princípio de que não foram imediatamente informados pelos seus inseparáveis dispositivos móveis…) – tratava-se do planeta Mercúrio, que alcançou hoje a sua maior elongação ocidental. Ou seja, o seu maior afastamento angular do Sol, visto da Terra, para o lado ocidental – portanto, digamos que Mercúrio anda “à frente” do Sol. Claro que nos próximos dias se pode assistir a um cenário aproximado, mas convém lembrar que Mercúrio é um deus veloz, de asas nos pés…

Classificação dos leitores
[Total: 1 Média: 5]