Destaques

Água na Lua

Quando os astronautas foram à Lua, há mais de 50 anos, pensava-se que a Lua era completamente seca, sem qualquer água presente. Mas, nos últimos 20 anos, novas investigações sobre o nosso satélite permitiram encontrar nele água e gelo. Até agora, estas descobertas tinham sido feitas em regiões frias, escuras…
Continue a ler »
Destaques

Erupções reveladoras

Na Terra, os vulcões são conhecidos pelas suas brilhantes erupções. No espaço, estão a oferecer aos cientistas uma janela para as entranhas de outros corpos celestes! Io, preso a Júpiter Io, um dos satélites de Júpiter, não é um lugar acolhedor para os seres humanos. É o objeto com maior…
Continue a ler »
Destaques

O SOFIA descobriu água na superfície da Lua iluminada pelo Sol

  O SOFIA descobriu água na superfície da Lua iluminada pelo Sol O SOFIA (Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy), da NASA, confirmou, pela primeira vez, a presença de água na superfície da Lua que é iluminada pelo Sol. Esta descoberta indica que a água pode estar distribuída pela superfície lunar,…
Continue a ler »
Destaques

Um importante marco na investigação em buracos negros

  Um importante marco na investigação em buracos negros Já passaram mil dias desde que os cientistas testemunharam o nascimento explosivo de um buraco negro, captando a luz que emergia do evento. Surpreendentemente, ainda estão a detetar raios-X na sequência da explosão, o que constitui um marco na investigação em…
Continue a ler »
Destaques

Prémio Nobel de Física 2020: buracos negros e o mais obscuro segredo da Via Láctea

  Prémio Nobel de Física 2020: buracos negros e o mais obscuro segredo da Via Láctea Três laureados partilham este ano o Prémio Nobel de Física, pelas suas descobertas sobre um dos fenómenos mais exóticos do universo, o buraco negro. Roger Penrose mostrou que a teoria geral da relatividade leva…
Continue a ler »
Destaques

Sonificação de dados: Os sons da Via Láctea

  Sonificação de dados: Os sons da Via Láctea O centro da nossa Galáxia está demasiado longe para que possamos visitá-lo, mas podemos explorá-lo, mesmo à distância. Os telescópios permitem-nos ver como é o Centro Galáctico em diferentes tipos de luz. Ao traduzir em imagens os dados digitais obtidos pelos…
Continue a ler »