Destaques

Qual o peso da Via Láctea? Hubble e Gaia investigam

Não podemos ver toda a Via Láctea, mas os astrónomos conseguiram obter uma das medições mais precisas da massa da nossa galáxia, usando o Telescópio Espacial Hubble da ESA/NASA e o satélite Gaia da ESA. De acordo com as últimas medições, a Via Láctea pesa cerca de 1,5 biliões de…
Continue a ler »
Destaques

ALMA diferencia dois sinais de nascimento de uma única estrela

Os astrónomos revelaram as origens enigmáticas de duas diferentes correntes de gás a sair de uma estrela bebé. Com a ajuda do ALMA, descobriram que o fluxo lento e o jato de alta velocidade que saem da protoestrela apresentam eixos não alinhados e que o primeiro começou a ser ejetado…
Continue a ler »
Destaques

A mais nova e minúscula lua de Neptuno é provavelmente um fragmento de uma lua maior

A mais nova e minúscula lua de Neptuno é provavelmente um velho fragmento de uma lua muito maior numa órbita invulgarmente próxima. Na revista Nature de quarta-feira, astrónomos da Califórnia esclarecem dúvidas sobre a lua Hipocampo, com 34 quilómetros de diâmetro, cujo nome é uma homenagem ao mitológico cavalo marinho.…
Continue a ler »
Destaques

Alumínio radioativo tem um papel importante na criação de sistemas planetários mais secos

De acordo com novas simulações de computador sobre formação de planetas, a superfície sólida da Terra e o clima moderado podem ser em parte devidos à presença de uma estrela massiva no ambiente de nascimento do Sol. Sem a injeção de elementos radioativos dessa estrela durante a fase inicial do…
Continue a ler »
Destaques

Galáxias ativas apontam para uma nova física da expansão do Universo

Ao investigar a história do cosmos através de uma grande amostra de galáxias "ativas" distantes observadas pelo XMM-Newton da ESA, uma equipa de astrónomos descobriu que na expansão inicial do Universo pode haver mais do que o previsto pelo modelo cosmológico padrão. Ilustração que mostra quasares (núcleos de galáxias onde…
Continue a ler »
Destaques

Foi revelado o nascimento de buracos negros massivos no Universo primitivo

Nos primeiros tempos do Universo – quando este tinha menos de mil milhões de anos - algumas das suas estrelas transformaram-se em gigantescos buracos negros. Uma das questões fundamentais em astronomia tem sido: porque razão existem tantos buracos negros supermassivos no Universo primitivo? Um novo estudo, financiado pela National Science…
Continue a ler »
Destaques

Cientistas Cidadãos descobrem novo planeta

Com a ajuda de dados do telescópio espacial Kepler da NASA, cientistas cidadãos descobriram um planeta com aproximadamente o dobro do tamanho da Terra e localizado dentro da zona habitável da sua estrela (a faixa de distâncias orbitais em que pode existir água líquida à superfície do planeta). O novo…
Continue a ler »
Destaques

Aprofunda-se o mistério das coroas em torno de buracos negros supermassivos

Com a ajuda de observações realizadas com o ALMA (Atacama Large Millimeter/Submillimeter Array) um grupo de investigadores do instituto RIKEN e da agência aeroespacial JAXA, no Japão, mediu a intensidade de campos magnéticos nas proximidades de dois buracos negros supermassivos existentes nos centros de um importante tipo de galáxias ativas.…
Continue a ler »
Destaques

Um tesouro desconhecido de planetas escondido na poeira

Uma nova pesquisa realizada por uma equipa internacional de astrónomos sugere que, em torno de estrelas jovens, podem estar a formar-se superterras e planetas do tamanho de Neptuno em número muito maior do que se pensava. Observando uma amostra de estrelas jovens numa região de formação estelar na constelação de…
Continue a ler »