Por vezes, nos meses de verão, gostamos de nos queixar de que o tempo está demasiado quente. Agora, imaginem viver num planeta tão quente que as temperaturas que se registam nele todos os dias são suficientes para derreter metais! O Very Large Telescope do ESO (Observatório Europeu do Sul) encontrou um planeta assim, um mundo onde as temperaturas podem chegar aos 2400 º C – ou seja, muito mais elevadas do que as dos fornos que temos em casa para cozinharmos. Seria impossível não queimar um bolo neste planeta!

Este estranho mundo foi designado WASP-76b, e localiza-se a cerca de 640 anos-luz da Terra. A temperatura é tal que durante o dia pode vaporizar metais. O calor é tanto que as moléculas se dissociam em átomos, e os metais como o ferro se evaporam para a atmosfera. Este mundo agreste também sofre grandes amplitudes térmicas, o que provoca ventos muito fortes. E esses ventos levam o vapor de ferro para o lado noturno, mais fresco, onde esse vapor condensa e produz uma chuva… de ferro.

Visitar este planeta não parece nada uma boa ideia!

 

Facto curioso: Já foram descobertos mais de 4100 exoplanetas. A maior parte deles foram encontrados graças a técnicas muito bem pensadas, como a das oscilações, ou a de usar estrelas como lentes.

 

Crédito da imagem: ESO, M. Kornmesser

Este Space Scoop baseia-se num Comunicado de Imprensa do ESO.

 

Space Scoop original (em inglês): http://www.spacescoop.org/en/scoops/2009/scorching-downpour/

Classificação dos leitores
[Total: 0 Média: 0]