Já não há cometas assim…

Neste dia em 1843 foi descoberto aquele que se viria a tornar um dos mais espectaculares cometas da História. Passou extremamente perto do Sol (hoje em dia, de acordo coma moda, suponho que devia dizer “altamente”…) e desenvolveu uma enorme cauda. Ao que parece, era visível no céu em pleno dia, mesmo perto do Sol! Mas quem teve melhor espectáculo foram os habitantes do hemisfério sul. A verdade é que há muitos anos que não temos um cometa daqueles que ponham toda a gente a olhar para o céu. É a crise. Precisamos de reformas no Sistema Solar!

 

Asteróides

Não há dia em que não haja motivo para falar deles… Mas desta vez é para assinalar que há poucos dias, naquele último lançamento indiano, a Planetary Resources – uma companhia que proclama ser sua intenção explorar as riquezas minerais a encontrar em asteróides – colocou em órbita um satélite, o Arkyd-6. Trata-se de um cubesat de demonstração de tecnologia, equipado com um sensor na banda do infravermelho, que será capaz de detectar água ou minerais hidratados nos alvos. As primeiras observações serão feitas na Terra.

 

Webinar

Hoje mesmo, pelas 16 horas, haverá uma ligação em directo do Omã, com uma equipa que está a simular uma missão em Marte. Uma ocasião fantástica para saber mais sobre este género de aventura. Saiba mais aqui: http://www.europlanet-eu.org/amadee-18-mars-analog-simulation-live/

Classificação dos leitores
[Total: 1 Média: 4]