A sonda Cassini da NASA enviou à Terra as primeiras imagens da atmosfera de Saturno obtidas desde o início da mais recente fase da sua missão. As novas imagens mostram panoramas do alto do hemisfério norte de Saturno, incluindo o intrigante jato em forma de hexágono. A Cassini iniciou a nova fase da sua missão, as chamadas Ring-Grazing Orbits, a 30 de novembro último. Cada uma das órbitas que realiza, 20 no total e com a duração de uma semana, leva a sonda a passar por cima do hemisfério norte de Saturno antes de a enviar para as orlas exteriores dos anéis principais do planeta.

Hemisfério Norte de Saturno, pela Cassini.
Esta imagem da sonda Cassini da NASA foi obtida cerca de 2 dias antes da sua primeira passagem perto das orlas exteriores dos anéis principais de Saturno, durante a penúltima fase da missão. Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute.

As câmaras da Cassini conseguiram estas últimas imagens a 2 e 3 de dezembro, cerca de dois dias antes da primeira aproximação aos anéis do planeta. As passagens futuras compreenderão imagens da maior aproximação, incluindo algumas das vistas mais próximas dos anéis exteriores e das pequenas luas que aí orbitam.

“Este é o início do fim da nossa histórica exploração de Saturno. Deixemos que estas imagens – e aquelas que estão para vir – nos lembrem que vivemos uma aventura arrojada em torno do mais magnífico planeta do Sistema Solar,” disse Carolyn Porco, líder da equipa de imagem da Cassini no SSI (Space Science Institute), em Boulder, Colorado.

Hemisfério Norte de Saturno - Mosaico de imagens.
Este mosaico de imagens da sonda Cassini da NASA mostra o hemisfério norte de Saturno e os anéis, vistos com quatro filtros espectrais diferentes. Cada filtro é sensível a diferentes comprimentos de onda e revela nuvens e neblina a diferentes altitudes. Créditos: NASA/JPL-Caltech/Space Science Institute.

A próxima passagem pelas orlas exteriores dos anéis está prevista para 11 de dezembro. As Ring-Grazing Orbits continuarão até 22 de abril, quando a última aproximação à lua de Saturno Titã alterar mais uma vez a trajetória da Cassini. Com esse encontro, a Cassini dará início ao seu Grand Finale, saltando sobre os anéis e fazendo o primeiro dos 22 mergulhos através da distância de 2400 quilómetros que separa Saturno do seu anel mais interior, a 26 de abril.

A 15 de setembro, a conclusão planeada da missão será um mergulho final na atmosfera de Saturno. Durante a ocorrência, a Cassini irá transmitir dados sobre a composição da atmosfera até que o seu sinal se perca.

Lançada em 1997, a Cassini tem explorado o sistema de Saturno desde que lá chegou, em 2004, para estudar com detalhe o planeta e os seus anéis e luas. A Cassini fez inúmeras descobertas, incluindo um oceano global com indicações de atividade hidrotermal no interior da lua Encélado, e mares de metano líquido na lua Titã.

Fonte da notícia: NASA

Classificação dos leitores
[Total: 5 Média: 4.8]