Quando os primeiros navegadores cruzaram o oceano Atlântico, rumo ao ocidente, muita gente pensava que a Terra era plana. A sua grande preocupação era pura e simplesmente a de poder cair da Terra para o vazio, caso navegassem uma grande distância.

Hoje em dia não só explorámos completamente a Terra, como também visitámos todos os planetas do nosso Sistema Solar. Como não podia deixar de ser, o passo seguinte foi começar a explorar mundos fora do nosso Sistema Solar, os “exoplanetas”.

Em 1992 foi detetado o primeiro planeta em órbita de uma estrela distante. Desde então, já foram encontrados mais de 3 300 destes mundos longínquos. São mundos ainda mais fantásticos do que os da “Guerra das Estrelas” ou dos “Guardiões da Galáxia”.

Existem planetas que são mais de 9 000 vezes maiores do que a Terra, outros pouco maiores do que a Lua. Alguns têm temperaturas tão elevadas que o aço derreteria rapidamente na sua superfície, outros são mais gelados do que Plutão.

Já descobrimos exoplanetas em órbita de estrelas gigantes e de estrelas mortas, e até planetas tresmalhados, que se passeiam pela galáxia sozinhos, sem uma estrela-mãe!

Ainda assim, os mais excitantes dos exoplanetas são os que são semelhantes ao nosso planeta. São estes que podem ter vida: planetas rochosos, com temperaturas que permitem a presença de água líquida na sua superfície.

Pois bem, existe um1618imagem_eso1629a planeta assim em volta da estrela mais próxima do Sistema Solar!

A Proxima do Centauro fica a apenas quatro anos-luz da Terra. O que faz com que este mundo rochoso recém-descoberto seja o mais próximo dos exoplanetas.

Este nosso vizinho é um pouco mais massivo do que a Terra, e está mais próximo da sua estrela do que Mercúrio está do Sol. Contudo, como esta estrela é muito mais fria do que a nossa, o planeta goza de uma temperatura confortável.

Mas será suficientemente confortável para a vida? Disso ainda não temos a certeza, mas podem ter a certeza de que essa é a pergunta a que os astrónomos vão tentar responder a seguir!

Facto curioso: Existe um plano para enviar uma sonda à Proxima do Centauro daqui a 20 anos. Fixem este nome: StarShot.

Este Space Scoop é baseado nos comunicados à imprensa de: ESOLCOGT.

Link para a notícia original: http://www.unawe.org/kids/unawe1618/

banner_space_scoop

Classificação dos leitores
[Total: 4 Média: 4]