Outra vez a Space X

O negócio está a correr bem à Space X; desta vez, serão lançados 10 satélites Iridium. Desta vez não tem nada a ver com exploração, a não ser a do nicho de mercado. O lançamento vai acontecer à 1.27 da madrugada portuguesa.

PS: Este lançamento deixou uma marca fantástica no céu de LA. Não podíamos deixar de a assinalar.

 

Entretanto, no país do Sol Nascente…

A JAXA (agência espacial japonesa) envia para o espaço dois satélites. Quem estiver a ver de longe poderá ficar espantado, já que este lançamento terá lugar 1 (um) minuto antes do da Space X. Uma espécie de natação sincronizada para foguetões.

 

E noutras paragens…

Ao que parece, a China também procederá a um lançamento. Como de costume com os senhores do Império do Meio, não há certezas, mas pensa-se que será colocado em órbita um satélite de observação da Terra com fins militares… Tradução: um satélite-espião. Mas não deve ser para controlar a freguesia das lojas espalhadas por aí.

 

E noutros tempos

Pegamos na máquina do tempo, voltamos a 1672. Cassini, cujas proezas astronómicas são merecedoras de várias menções, descobre Rhea, um satélite de Saturno. Aliás, o segundo maior satélite do planeta dos anéis, e o nono maior do Sistema Solar. E que pode, como ocorre com muitos dos corpos planetários dessa região, ter um oceano de água no seu interior. Apesar de algumas passagens próximas da sonda que tinha o nome do seu descobridor, Rhea (ou Reia, em português) está longe de ter despertado o mesmo interesse que Titã ou Encelado.

Classificação dos leitores
[Total: 2 Média: 5]